Délio lança a Chapa 20 – Independência na Ordem no Guará

13nov

Com a presença de mais de 200 advogados da região, o candidato a presidente da OAB/DF, Délio Lins e Silva Jr., lançou na noite desta segunda-feira (12) a Chapa 20 – Independência na Ordem no Guará. Realizado no restaurante Savassi Carne de Sol, o evento anunciou oficialmente os candidatos a presidente e vice-presidente da Subseção – Flávia Marcelle, mais uma mulher liderando a cabeça de chapa, e Felipe Rossi, respectivamente.

Felipe Rossi fez questão de ressaltar que não está na chapa meramente por política institucional, mas por considerar a função um trabalho de representação de todos. “Nós somos o reflexo da vontade de todos vocês. Não sou apenas um candidato, mas o reflexo de ideias em comum, de um ideal”, avaliou. Por isso, segundo ele, essa representação tem compromisso com medidas importantes e mais do que necessárias para a atuação profissional dos advogados. “Por exemplo, temos colegas que não nasceram em berço de advogados, estão construindo a carreira sozinhos e precisam de oportunidades. O que vejo na Chapa Independência na Ordem é que somos inclusivos,  referenciados, somos um referencial de trabalho. Então, que sejamos o novo, a renovação. Não é fácil optar pelo novo, mas quando encontramos pessoas com ideais parecidos, tudo faz sentido”, ponderou. “Para mim, ainda um desconhecido na atividade institucional da Ordem, que sempre trabalhou apenas com educação, é uma honra participar desse grupo e de todo esse trabalho conjunto. Nós somos uma ideia”.

Na mesma linha, Flávia Marcelli, a candidata a presidente da Subseção do Guará, complementou: “A nossa é uma chapa comprometida e aguerrida, que representa uma classe, a advocacia, e não interesses pessoais”. Destacando estar honrada por representar o Guará na Ordem, região em que mora e ama, ela pontuou: “Desenvolvemos um projeto lindo para a nossa Subseção, após estudar minuciosamente cada necessidade de cada área e, a partir daí, desenvolvemos propostas em cima de demandas reais”. Flávia destacou duas delas, por envolvem problemas que já sofreu na pele: a defesa das prerrogativas dos profissionais locais nos órgãos da cidade e projetos diferenciados para os advogados em início de carreira.

Sobre as prerrogativas, ela defende que é urgente descentralizar a atuação da OAB/DF para os profissionais das Subseções. “Nossa proposta é disponibilizarmos um advogado específico para atuar no Guará e de imediato, no momento em que as prerrogativas dos colegas daqui forem violadas. Não teremos mais desgaste com a sede da Seccional, os nossos profissionais poderão ligar direto para esse advogado que ele irá nos atender”, afirmou.

Com relação aos jovens advogados, ela revelou que há muitos na região e muitos deles impossibilitados financeiramente de se locomoverem do Guará para a sede da Seccional, no final da Asa Norte, no Plano Piloto – especialmente para frequentar os cursos da Escola Superior de Advocacia da OAB/DF (ESA), à noite. “Isso acontece, infelizmente, porque a advocacia iniciante e a das Subseções não têm sido valorizadas. Nós já estamos buscando viabilizar com algumas faculdades do Guará a disponibilização de salas para esses cursos serem ministrados na nossa cidade. Também vamos ministrar um curso de Processo Judicial Eletrônico (PJE) para todos os advogados do Subseção”, anunciou.

Flávia Marcelli disse que irá fazer uma gestão conjunta e participativa e que está na Chapa 20 porque conhece e confia em Délio. “Desde que o conheci ele é o mesmo, nunca vi ninguém o acusar de não ter cumprido o que prometeu. É do lado desse tipo de pessoa que eu quero estar”, ressaltou.

Délio, por sua vez, disse ser uma alegria diferenciada ter Flávia como candidata a primeira presidente da Subseção do Guará. Lembrou que a conheceu na eleição passada, quando ela integrou o chamado grupo dos Informais, que, procurando as melhores propostas dos concorrentes para decidir o voto, sabatinou a ele e principais lideranças da chapa numa reunião que durou horas. “Nos ‘espremeram’ bastante, mas acabaram votando na gente e se unindo ao grupo até hoje. Pelo retorno que recebo nas inúmeras visitas e eventos diários, estou certo que a vitória será nossa, resultado do trabalho bonito que estamos fazendo com a parceria de todos vocês, uma campanha limpa e propositiva”, avaliou.

“O que a gente quer é ver a OAB de novo da advocacia. É ter de volta a nossa Casa, voltar a ser respeitado e ter uma Ordem independente. Não podemos deixar que a OAB/DF se curve a qualquer dos poderes constituídos nem admitir que nenhum de nossos representantes suba em palanques políticos”, apontou Délio. “A OAB tem uma história de resistência e de independência que precisa ser respeitada; ninguém tem o direito de macular essa história e a gente não pode deixar que isso aconteça”.