Nota de Repúdio. Manipular informações para fazer “denúncias” é fake news.

15nov

Nossos adversários, após quatro derrotas consecutivas na Comissão Eleitoral da OAB/DF, produziram, como vendeta, um vídeo mostrando “provas” e insinuando que eu teria realizado uma “festa” com dinheiro da Ordem.

Em respeito a toda a advocacia, que sequer merecia receber esse tipo rasteiro de acusação eleitoreira, presto os seguintes esclarecimentos:

1. Nunca fiz “festinha particular”, como maldosamente sugerido no malfadado video, com o dinheiro da OAB;

2. O evento a que se refere a mentirosa acusação foi institucional, realizado na casa do meu pai a pedido dos dirigentes do Conselho Federal da época, em homenagem aos Conselheiros Federais e Presidentes de diversas Seccionais da Ordem à época, que estavam em Brasília por ocasião da primeira sessão do Conselho Federal daquele triênio.

3. Esse assunto, como os próprios documentos revelam, não teve qualquer participação minha;

4. A tentativa de me envolver na organização do evento é um sinal evidente do desespero que se abateu na chapa oficial e será objeto das medidas judiciais cabíveis;

5. Os adversários também “esqueceram” de dizer que essa conta foi avaliada e aprovada pelo Conselho Federal.

Denunciar omitindo e manipulando informações não é procedimento sério e republicano na advocacia, muito menos nesse dia que o país dedica ao marco da Proclamação da República.

Mais respeito com os Advogados, por favor!

Délio Lins e Silva Jr.