Ceilândia

Ceilândia forte e independente

Veja nossas propostas para fortalecer a subseção de Ceilândia:

  • Não pleitear a reeleição. O trabalho será voltado para a advocacia, e não para conquistar votos.
  • Criar o Conselho da subseção.
  • Efetivar a autonomia administrativa e financeira da subseção.
  • Trabalhar para criar a sala da OAB na Delegacia de Polícia Plantonista de Ceilândia.
  • Instalar uma nova sede da subseção com ampliação dos serviços: espaço para comissões, conselho, cursos e atendimentos individualizados.
  • Aprimorar o diálogo institucional da subseção com delegacias e entes públicos diversos.
  • Promover programas voltados para a ética profissional (captação ilícita de clientes, aviltamento de honorários, conscientização na cobrança dos honorários, propaganda ilícita).
  • Criar a Comissão de Prerrogativas da subseção.
  • Criar a Comissão de Honorários da subseção.
  • Criar a Ouvidoria da subseção com: plataforma para sugestões de eventos e trabalhos voltados para a advocacia; urna para denúncias e reclamações sobre violação de prerrogativas.
  • Realizar promoção e fortalecimento das comissões.
  • Junção do trabalho das comissões da subseção com as comissões da seccional.
  • Promover políticas para a jovem advocacia: cursos específicos, manutenção da anuidade em 50% (proposta da seccional), participação mais ativa nas comissões (inclusive da seccional), trabalhos com marketing para os escritórios novos.
  • Reformar o estacionamento do fórum e pleitear acesso ao prédio mais próximo do estacionamento.
  • Promover eventos e palestras em conjunto com a ESA e comissões da subseção.
  • Consolidar os eventos que já são tradição: mês da mulher, festa junina, mês do advogado, festa de confraternização de final de ano.